Predisposição para acender Incenso

videncia-gratuita

As energias (os fluidos) são muito importantes para o sucesso das nossas magias. São a alma da magia! Boas energias, energias positivas são como uma “passadeira vermelha” que dá as boas-vindas aos nossos sonhos e anseios.

Como já anteriormente referi, em Incensos para atrair dinheiro, é preciso mais do que acender um incenso e esperar que ele faça tudo sozinho. Temos de nos envolver no processo e agir de “corpo e alma”…

A para da preparação do incenso adequado para atrair prosperidade, é necessário criarmos disponibilidade mental para recebermos as influências positivas do defumadouro.

Você tem de acreditar! Receberá as dádivas da essência, se confiar nela. Porque, na verdade, o uso de um preparado à base de resinas puras e óleos naturais é uma magia simples, mas poderosa e muito eficaz! Ela resulta mesmo!

Têm-me dito que, no princípio, é difícil que não surja uma duvidazinha… Mas, aos poucos, com treino mental, o pensamento positivo vence.  É este pensamento positivo que “alimenta” de energia as potencialidades mágicas do do incenso que você acendeu. Depois, os bons resultados são a motivação para futuras magias bem sucedidas.

Fico feliz, cada vez que me dizem: “Consegui, Erva Doce! Você tinha razão! Funcionou bem comigo!”

É tão fácil! Basta acreditar no poder das essências e na Magia!

Erva Doce

Preparação do ambiente para queimar o incenso

Além da origem das essências que seleccionamos para as nossas magias, que devem ser de confiança, é importante o espaço onde acendemos o nosso  defumadouro.

Queimar incenso é um acto mágico! Não deve, por isso, ser profanado.

Vamos pensar um pouco: ao ser queimado, o incenso liberta um fumo aromático carregado de propriedades místicas. Ao elevar-se, esse fumo “transporta” consigo os votos que formulamos enquanto queimamos aquela essência específica.

Ora, o local onde acendemos o incenso deve ser propício ao encaminhamento espiritual.

As essências contêm princípios activos que, ao encontrarem um ambiente de paz e de “luz” se elevam até à dimensão onde vão agir.

Eu encanto-me cada vez que acendo os meus incensos, como se fosse sempre a primeira vez que vejo o fuminho a elevar-se e a dar corpo aos meus votos …

Barulho, confusão, poluição, desarrumação… perturbam “o trabalho” do incenso!

Prepare a divisão da casa onde vai acender o seu incenso.

Escolha, de preferência, uma que tenha luz natural e deixe entrar a claridade do dia ou o luar (se for à noite).

Se a sua condição física lhe permitir, sente-se no chão, sobre uma manta, de forma confortável.

À sua volta deve haver paz e harmonia, daí que convém que o espaço esteja liberto de muitos objectos decorativos e de roupas por arrumar ou móveis em excesso.

Opte, se possível, por uma iluminação natural: ou luz solar ou velas. Mas não precisa de abusar da claridade… Uma leve penumbra propicia a sua concentração nos votos que está a formular enquanto queima o seu incenso.

Tente realizar a sua magia numa hora de sossego. Ruídos e distracções interferem com a eficácia do defumadouro. Escolha um momento em que possa recolher-se sem que haja interrupções de espécie nenhuma. E não se esqueça de desligar o telemóvel(celular)!

Sintonize-se com o ambiente, concentre-se nos seus votos e dê início ao seu ritual do incenso.

Lembre-se: conforto, luz, paz e harmonia!

Erva Doce

Incenso para atrair dinheiro.

“Chama dinheiro” é o nome dado ao incenso que ajuda a resolver problemas económicos.

São várias es essências que podem ajudar no campo financeiro.

Hoje, vou falar de uma forma simples e muito eficaz de produzirmos o nosso próprio incenso que nos ajudará a encontrar soluções para as nossas dificuldades económicas.

Mas não existem os pauzinhos de incenso já prontos a acender? Existem sim, mas se fizermos nós o nosso próprio incenso ele estará “carregado” com as nossas próprias intenções.

Você vai precisar de uma mão cheia de carvão vegetal (daquele que se usa para fazer churrasco); incenso em grão e pau de canela ou mirra ou aparas de madeira de cedro ou vetiver – o equivalente a uma colher, das de sopa ,de qualquer de uma destas “essências”.

Aconselho que use um pratinho de barro cru para o seu incenso. É mais natural e não quebra o bom fluído!

Coloque o carvão no pratinho e ateie o fogo com um (palito de) fósforo. Não sopre. Não sopre nunca! Deixe apagar a chama, mas conserve as brasas bem “vivas”.

Suavemente e em círculos, no sentido dos ponteiros do relógio, polvilhe as brasas, primeiro com o incenso, e, logo de seguida com a essência.

Durante todo o procedimento, deve concentrar-se nos seus objectivos. Comece por encarar os problemas com que se depara e, seguidamente, pense em soluções positivas e mantenha esses pensamentos enquanto o incenso se consome.

Pode fechar os seus olhos ou não. Eu gosto de olhar para o fumo do incenso a elevar-se e vejo nele a concretização dos meus desejos.

Lembre-se que todos os passos são importantes, desde a preparação dos materiais até à evocação!

Erva Doce