Simpatia para descobrir um inimigo que nos possa estar a fazer mal escondido

 

 No terceiro dia de Lua cheia e à meia-noite em ponto, deve-se colocar diante de nós uma caneca ou alguidar com água e conjurar sobre a água tendo a Lua espelhada na superfície da água.

Devemos proferir o seguinte:

Em nome do Deus todo-poderoso, peço que apareça a pessoa que me faz ou fez mal!

Se imediatamente não se formar a imagem na água, o mais provável é que aparecerá nos seus sonhos a figura da pessoa que lhe faz mal, se mesmo assim não aparecer nos seus sonhos, deverá refazer esta simpatia na próxima Lua cheia por três dias seguidos, se ao fim destes três dias não ter sonho algum, poderá ficar descansada que não existem pessoas a fazer-lhe mal.

Este método é muito simples, mas muito eficaz para podermos saber quem nos deseja prejudicar e de esta maneira conseguirmos prevenir e tomar os cuidados necessários para evitar a tentativa de nos causarem mal. Se descobrir que alguém lhe faz, sugiro-lhe ler a nossa categoria de simpatias e feitiços de proteção e fazer por exemplo uma Cruz de São Cipriano contra feitiços e magia negra para se proteger.

Talismãs para Proteção da Casa

Quem quiser proteger e purificar a sua casa das energias negativas, deverá fazer os seguinte Talismãs:

 

Materiais necessários:

Tecido de puro algodão branco virgem (100% algodão e nunca usado);

Linha branca (nova);

1 Agulha nova (nunca antes usada);

Água Benta;

Sal grosso;

Essência de limão;

Sabão.

 

Lavar com sabão o tecido de algodão branco comprado especificamente para este Talismã e deixar a secar numa noite de Lua crescente. Cortar em pedaços pequenos o tecido e com estes, confeccionar vários saquinhos usando linha e agulha novas.

 

Dentro de cada saquinho deverá colocar um punhado de sal grosso, deixar pingar algumas gotas da essência de limão e coser a abertura. Depois deve distribuir os saquinhos pela sua casa: um em cada aposento num local elevado.

Dúvidas e perguntas dos leitores – Protecção.

Tenho recebido muitas mensagens de leitores com questões várias. Infelizmente, devido a serem muitas, não me é possível responder pessoal e individualmente a todas, portanto vou passar a responder por aqui a parte delas.

 

Já recebi várias mensagens de pessoas que dizem sofrer nas mãos de alguma entidade ou feitiçaria malévola. Recomendo a essas pessoas  que façam três coisas:

 

Façam uma garrafa de protecção do Bom Feiticeiro – Essa garrafa de protecção é um amuleto bastante poderoso contra as forças do mal. Está pensado de forma a proteger contra todos os males: Desde feitiços até poderosas entidades malévolas.

 

Arranjem uma medalha de S. Bento.

medalha de S.Bento

A história dessa medalha é bastante curiosa, citando a wikipédia:

 

Diz-se que a Cruz-Medalha de São Bento, fora descoberta por ocasião da condenação de algumas bruxas que afirmaram não conseguir praticar qualquer tipo de feitiçaria ou encanto contra os moradores do mosteiro local. Intrigados com o fato, foram averiguar o que existia no mosteiro. Ao entrarem em uma das dependências, observaram entalhadas na coluna as imagens contidas nas Medalhas utilizadas ainda hoje.

Observa-se ainda, que ao contrário da crendice popular, a frente da medalha não é a que se encontra a Cruz e sim aquela na qual está a imagem do Homem de Deus, empunhando uma cruz e seu Regra.

Após a morte de São Bento, um fiel seguidor do santo, cria uma medalha, na qual estão escritas iniciais de frases em latim, como se vê abaixo:

  • Na frente da medalha:

“Ejus in obitu nostro praesentia muniamur” = Sejamos protegidos pela sua presença na hora de nossa morte.

  • No verso:

CSPB = Crux Sancti Patris Benedicti (Cruz do Santo Pai Bento)

CSSML = Crux Sacra Sit Mihi Lux (A Cruz Sagrada Seja a Minha Luz)

NDSMD = Non Draco Sit Mihi Dux (Não seja o demônio o meu guia)

VRS = Vade retro, satana! (Para trás, satanás!)

NSMV = Nunquam Suade Mihi Vana (Nunca seduzas minha alma)

SMQL = Sunt Mala Quae Libas (São coisas más que brindas)

IVB = Ipse Venena Bibas (Bebas do mesmo veneno)”

 

 

Sempre que sentirem as forças do mal por perto, recitem a oração de S. Bento, em Português ou em Latim. Relembro a oração em Latim:

Crux Sancti Patris Benedicti
Crux Sacra Sit Mihi Lux
Non Draco Sit Mihi Dux
Vade Retro Satana
Numquam Suade Mihi Vana
Sunt Mala Quae Libas
Ipse Venena Bibas

Cumprimentos,

Bom Feiticeiro.

Garrafa de protecção do Bom Feiticeiro.

As mensagens anteriores diziam todas respeito a feitiços ou simpatias. Esta vai ser diferente.

Vou falar de um amuleto de protecção muito poderoso usado desde os tempos antigos para afastar o mal e proteger pessoas e habitações.

Existem muitas variações deste amuleto, destinadas a vários fins. A que vou colocar aqui é multi-usos, ou seja, defende e protege de várias coisas. Foi modificada por mim para ajudar um dos leitores que me pediu ajuda. Sabe que está a ser prejudicado de algo de sobrenatural mas não sabe o que é? Isto vai resolver o seu problema.

“Garrafa de protecção do Bom Feiticeiro”.

Materiais necessários:

Uma garrafa de vidro com rolha de cortiça.

Sal.

Dentes de alho.

Folhas de louro.

Folhas secas de manjericão de folha-larga (Também chamado de Alfavaca).

Sementes de endro (Também chamado de aneto).

Sálvia.

Anis.

Pimenta preta.

Funcho.

As quantidades vão depender do tamanho da garrafa. Mas a proporção é de metade sal/ metade ingredientes. Cada um dos ingredientes deve ser posto em igual quantidade.

Os ingredientes devem ser todos juntos numa manhã de sol. Coloque-os numa tigela, por exemplo, e misture-os muito bem até a mistura ficar relativamente homogénea (nunca ficará completamente homogénea pois uns ingredientes são maiores que os outros em dimensão).

Depois, coloque tudo dentro da garrafa até a encher e feche bem com a rolha de cortiça.

Este poderoso amuleto de protecção deverá ser colocado num sitio onde apanhe muito sol e onde as pessoas da casa passem frequentemente, como por exemplo a janela da cozinha.

Também pode fazer várias garrafas de protecção e colocar em lugares distintos da sua casa.

Nenhuma entidade malévola chegará até si e qualquer feitiço mau será quebrado (ou perderá temporariamente o efeito – no caso de feitiços poderosos) enquanto estiver sob influencia deste poderoso amuleto.

Cruz (crucifixo) de São Bartolomeu contra o Mal

Materiais:

  • 3 pedaços ou ramos de Cipreste (também chamado de Cedro) silvestre (1 comprido e 2 mais pequenos);
  • “Maçãs” pequenas do Cipreste (gálbulas, que tem o formato de umas bolinhas que os ciprestes tem como fruto);
  • Alecrim;
  • Arruda;
  • Aipo;
  • Água benta;

Como fazer a cruz:

Pegue 3 pedaços de pau de cedro, 1 mais comprido, 2 mais curtos, para formarem os braços da cruz, cobrindo-os com alecrim, arruda e aipo. Coloque em cada braço, em cima e em baixo da parte mais comprida, uma “maçã” pequena (gálbula) de cipreste (se o ramo já tiver uma maçãzinha de cipreste, melhor), coloque-se em água benta por três dias seguidos e retire-se da mesma água ao dar a meia-noite, dizendo-se as seguintes palavras em forma de oração: “Cruz de São Bartolomeu, a virtude da água em que estivestes, e das plantas e madeiras de que és formada, que me livre das tentações do espírito do Mal e traga sobre mim a graça de que gozam os bem-aventurados. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém” Repetir as palavras, murmuradas, quatro vezes. “Cruz de São Bartolomeu, a virtude da água em que estiveste, e das plantas e madeiras de que és formada, que me livre das tentações do espírito do Mal, e traga sobre mim as graças de que gozam os bem-aventurados. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém” Repetir as palavras, murmuradas, quatro vezes.

Como usar a cruz:

A cruz deve ser levada dentro de um saquinho de seda preta benzida, ou junto ao corpo suspensa ao pescoço por um cordão preto ou de couro. Não se deve deixar que outras pessoas a vejam, fazendo o possível para ocultá-la dos outros. Quando desconfiar que alguém lhe lançou mau-olhado, deverá, ao deitar-se, beijar três vezes a cruz e fazer a oração à cruz de São Bartolomeu. Ao levantar-se, deverá também beijar a cruz três vezes e rezar um Pai-Nosso e uma Ave-Maria.

Esta cruz é eficaz contra bruxaria, má sorte, mau-olhado, inveja, maldições e o Mal em geral.

Usa-se sempre o cipreste porque foi da madeira desta árvore que se fez a cruz de Jesus Cristo e desde sempre esta madeira esteve associada aos jardins do paraíso e à imortalidade.

Aconselho que só usem crucifixos feitos de Cipreste (cedro), pois é a única madeira que oferece protecção.